A fotografia é luz e tempo.
Nesta oficina é proposto um percurso prático através desses dois conceitos, tendo como estratégia a ampliação de fotografia a preto e branco.
O ambiente será de ‘câmara escura’ e o processo analógico partirá da exposição da película e terminará com a revelação em papel fotográfico.
Não é necessário trazer qualquer tipo de material nem possuir conhecimento prévio nesta área.

SOBRE CARLOS SALVADOR
Lisboa, 1968: Bacharelato em Design de Equipamento na Faculdade de Belas-Artes de Lisboa; Licenciatura em ‘Museologia, Gestão e Educação’ na Escola Superior de Educação de Viseu; frequência de Mestrado em Museologia e Património Cultural na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra; Professor Artes Visuais no ensino básico e secundário desde 1993 (Desenho, Educação Visual, Oficina de Artes, História da Arte, Fotografia e Vídeo); frequência de formações diversas sobre cinema (Vanguardas e Estéticas do Cinema, Realização e Edição, Cinema Documental, etc.); Produtor e Programador de festivais de curtas-metragens escolares, residências artísticas em vídeo e cinema, workshops de vídeo, fotografia e cinema para crianças e jovens (2008 – 2013); workshops em edição gráfica (fanzines); Programador e Curador na cooperativa cultural Carmo’81 (2014 – 2017); Director, Programador e Relações Públicas de festival de curtas-metragens na rede internacional Shortcutz (2013 – 2019); Director Executivo na distribuidora de cinema Querelle Films (2019).

QUEM?
Com Carlos Salvador

O QUÊ?
Oficina de câmara escura

PARA QUEM?
Interessados a partir dos 16 anos

DURAÇÃO
3h00

QUANDO?
15 de Março, 2019 (sex.) – 14h30
ou
16 de Março, 2019 (sáb.) – 14h30

ONDE?
Rua D. Duarte, n.º51
Viseu, Portugal

INSCRIÇÃO GRATUITA
csalvador@coletivocava.com